REPASSE DA ÚLTIMA REUNIÃO DO CONSELHO

Ontem, 16/12, aconteceu uma reunião do Conselho Deliberativo do Vitória e a Frente Vitória Popular (FVP), no compromisso de aproximar o clube e a torcida cada vez mais, vai dizer aqui o que rolou:

A reunião tinha a seguinte pauta:

1 – Orçamento para 2020;

2 – Taxa obrigatória para conselheiros;

3 – O que ocorrer.


1 - Orçamento:

Torcedor(a), ao final do ano o clube deve apresentar quanto pretende gastar e quanto e como pretende arrecadar no ano seguinte (2020, no caso). Isso é extremamente importante, pois permite planejar a temporada com os pés no chão. A gestão do clube apresentou a proposta de previsão de gastos de 51 milhões de reais e previsão de arrecadação de 52 milhões.

Entretanto, não nos foi apresentado como o clube pretende arrecadar esse montante, já que as verbas certas para o ano que vem não chegam nem próximo desse valor. A maioria do Conselho presente votou pela aprovação dessa proposta de orçamento, porém, os conselheiros da FVP se abstiveram e não votaram, não por discordar da proposta, mas por discordar da maneira duvidosa através da qual esta nos foi apresentada.

2 - Instituição de taxa compulsória a ser paga pelos conselheiros:

Até então, para ser conselheiro do clube, o torcedor rubro negro deve ser sócio por 18 meses, disputar a eleição em uma chapa e conseguir uma quantidade mínima de votos favoráveis.

O Presidente do Conselho Deliberativo apresentou uma proposta para que os conselheiros sejam obrigados a contribuir mensalmente com R$ 50,00 ou R$ 100,00. A FVP foi totalmente contra a proposta, por entender que a ideia apenas irá dificultar que o torcedor mais humilde possa participar do Conselho do Vitória, além de que o valor arrecadado será ínfimo (cerca de 16 mil reais por mês). Sugerimos que a contribuição fosse opcional, aqueles que pudessem, contribuiriam, assim como já fazem todos os conselheiros, mas fomos votos vencidos.

3 - O que ocorrer:

Academia de futebol:

A diretoria apresentou projeto sobre a Academia de Futebol do Vitória, conforme apresentado pela direção, tem previsão de início em Janeiro e término em Março/20. A ideia é que a academia seja como um clube, com campos disponíveis para utilização, bares e lojas. Destaque importante é o Bar do Torcedor, com capacidade estimada de 400 pessoas, que visa ser o ponto de encontro da torcida para jogos fora de SSA.

Churrasco no estacionamento do Barradão

A direção ainda tratou sobre a regulação dos populares churrascos no estacionamento do Barradão. A proposta é de permitir que o churrasco seja realizado apenas em locais com certa estrutura que sejam providos pelo clube mediante um aluguel. Este ponto ainda carece de desdobramentos para compreender as causas e as consequências práticas da proposta. Assim que tivermos uma visão mais completa sobre o tema, tomaremos posição e informaremos à torcida, como sempre fizemos.

SRN!

FRENTE VITÓRIA POPULAR

  • Twitter
  • Instagram
  • Facebook